Tudo Sobre o Fim Da Fase De Grupos e Os Confrontos Das Oitavas De Final Da Copa Do Mundo 2018

Estão definidos os duelos válidos pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2018. A primeira fase foi finalizada nesta quinta-feira, após a conclusão dos jogos dos Grupos G e H. As seleções classificadas são Rússia, Uruguai, Espanha, Portugal, França, Dinamarca, Croácia, Argentina, Brasil, Suíça, México, Suécia, Colômbia, Japão, Inglaterra e Bélgica.

Confira algumas curiosidades sobre o fim da fase de grupos e como serão os confrontos da próxima etapa. As partidas decisivas começam já neste fim de semana!

Africanos desclassificados

Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images
Foto: Dean Mouhtaropoulos/Getty Images

A África não terá representantes na segunda fase da Copa do Mundo pela 1ª vez desde 1982. Naquele ano, Camarões era o único representante africano e não conseguiu classificação em seu grupo, que tinha Polônia, Itália e Peru. Nesta edição, Egito, Marrocos, Nigéria, Tunísia e Senegal foram todos eliminados durante a fase de grupos. Marrocos somou apenas um ponto. A Nigéria perdeu a tensa batalha contra a Argentina e também ficou fora. Egito e Tunísia já chegaram à última rodada sem chances. Já Senegal perdeu nos critérios de desempate para o Japão.

Classificação decidida no Fair Play

Foto: Carl Court/Getty Images
Foto: Carl Court/Getty Images

Pela primeira vez na história da competição, uma vaga nas oitavas de final foi decidida no Fair Play, critério que foi adicionado nesta edição. No Grupo H, a Colômbia ficou na liderança, com 6 pontos, enquanto o Japão passou de fase e deixou o Senegal de fora por ter um número menor de cartões amarelos. Os senegaleses receberam seis amarelos, enquanto os japoneses só quatro. As duas seleções ficaram rigorosamente empatadas em todos os critérios anteriores, que pela ordem, são número de pontos (4), saldo de gols (0), gols marcados (4) e confronto direto, que terminou com empate em 1 a 1.

A maldição do campeão

Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images
Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images

A Alemanha foi eliminada na última quarta-feira, após perder dois jogos e vencer só um, e manteve uma maldição. Foi a quarta vez em cinco edições disputadas neste século que a atual campeã foi eliminada na primeira fase. Além dos alemães, França (2002), Itália (2010), Espanha (2014) conseguiram a proeza. De 2001 para cá, apenas o Brasil, campeão em 2002, escapou da maldição. A Seleção Brasileira chegou até as quartas de final em 2006.

O artilheiro da fase de grupos

Foto: Quality Sport Images/Getty Images
Foto: Quality Sport Images/Getty Images

Kane, Lukaku e Cristiano Ronaldo foram os que largaram na frente. Com cinco gols, o inglês Harry Kane é o principal artilheiro da Copa até aqui. O camisa 9 marcou os dois gols da vitória da Inglaterra sobre a Tunísia e outros três nos 6 a 1 impostos sobre o Panamá. O belga Romelu Lukaku tem quatro gols: dois feitos na vitória por 3 a 1 sobre o Panamá e outros dois na goleada por 5 a 2 sobre a Tunísia. Já Cristiano Ronaldo poderia estar melhor na briga se não tivesse desperdiçado um pênalti contra o Irã. Com quatro gols também, o português fez três no empate por 3 a 3 com a Espanha e mais um na vitória por 1 a 0 sobre Marrocos.

Bélgica faz melhor campanha

Foto: Dan Mullan/Getty Images
Foto: Dan Mullan/Getty Images

Os belgas venceram a Inglaterra por 1 a 0 nesta quinta-feira, em Kaliningrado, e garantiram a liderança do Grupo C. Além disso, alcançaram a melhor campanha da primeira fase. Foi uma das únicas três seleções que fecharam com 100% de aproveitamento, conquistando três vitórias em três jogos. As outras foram o Uruguai, no Grupo A, e a Croácia, no Grupo D. Porém, a Bélgica teve saldo de gol melhor – sete, contra seis dos croatas e cinco dos uruguaios.

Melhor ataque

Foto: Jean Catuffe/Getty Images
Foto: Jean Catuffe/Getty Images

A Bélgica também teve o melhor ataque da fase de grupos. Foram nove gols feitos até aqui. Os tentos foram marcados nas vitórias de 3 a 0 sobre o Panamá, 5 a 2 diante da Tunísia e1 a 0 frente ao time da Inglaterra. Nesta última partida, os belgas pouparam titulares. O destaque da equipe é Romelu Lukaku, tem quatro gols e disputa a artilharia da competição. Na sequência aparecem Rússia e Inglaterra, que fizeram oito gols cada.

Uruguai x Portugal

Foto: Jan Kruger e Mike Hewitt/FIFA via Getty Images
Foto: Jan Kruger e Mike Hewitt/FIFA via Getty Images

A seleção uruguaia foi campanha com 100% de aproveitamento, somando três vitórias em três partidas. Além disso, passou sem levar gols no Grupo A. Os uruguaios fizeram 1 a 0 no Egito, 1 a 0 na Arábia Saudita e 3 a 0 na anfitriã Rússia. Nas oitavas o adversário será o time de Portugal, que ficou em segundo no Grupo B, com cinco pontos. Os portugueses empataram por 3 a 3 com Espanha, venceram o Marrocos por 1 a 0 e ficaram em 1 a 1 com o Irã. As duas seleções se enfrentam neste sábado às 15h (horário de Brasília).

O primeiro confronto na Copa

Foto: MLADEN ANTONOV,KHALED DESOUKI/AFP/Getty Images
Foto: MLADEN ANTONOV,KHALED DESOUKI/AFP/Getty Images

O duelo das oitavas de final entre Uruguai x Portugal é “quase inédito”. As duas seleções se enfrentaram apenas duas vezes na história e nenhuma vez foi em Copa do Mundo.O primeiro encontro foi em 1966, em Lisboa, em amistoso preparatório para a competição mundial. Em tal ocasião, Portugal venceu por 3 a 0. Seis anos depois, as seleções voltaram a se enfrentar pela Copa Independência do Brasil, torneio que reuniu algumas seleções em comemoração aos 150 anos de independência brasileira. No Rio de Janeiro, as duas equipes empataram em 1 a 1.

Espanha x Rússia

Foto: Lars Baron e Mike Hewitt/FIFA via Getty Images
Foto: Lars Baron e Mike Hewitt/FIFA via Getty Images

Líder do Grupo B, com cinco pontos, a Espanha conseguiu a classificação depois de empatar por 3 a 3 com Portugal, vencer o Irã por 1 a 0 e empatar por 2 a 2 com o Marrocos. Já a Rússia ficou em segundo no Grupo A, com seis pontos. Os anfitriões começaram goleando a Arábia Saudita com cinco gols, depois venceram o Egito por 3 a 1, mas na última rodada perderam para o Uruguai por 3 a 0.O confronto válido pelas oitavas de final será neste domingo às 11h (horário de Brasília).

França x Argentina

Foto: GABRIEL BOUYS,ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP/Getty Images
Foto: GABRIEL BOUYS,ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP/Getty Images

Primeiro colocado do Grupo C, a França vai enfrentar a Argentina de Lionel Messi, segunda do Grupo D. O jogo vai abrir a fase de oitavas de final no próximo sábado, às 11h (de Brasília), na Arena Kazan. Imperdível! Para conseguir a primeira colocação, os franceses derrotaram a Austrália por 2 a 1 na rodada inicial, depois fizeram 1 a 0 no Peru e na última partida empataram sem gols com a Dinamarca. Já os argentinos passaram no sufoco. Na estreia empataram por 1 a 1 com a Islândia, na sequência foram derrotados pela Croácia por 3 a 0 e garantiram a classificação ao derrotar a Nigéria por 2 a 1.

O reencontro

Foto: FRANCK FIFE,JUAN MABROMATA/AFP/Getty Images
Foto: FRANCK FIFE,JUAN MABROMATA/AFP/Getty Images

França e Argentina já se enfrentaram duas vezes na história da competição mundial, as duas em território Sul-americano. A primeira vez foi na Copa do Mundo de 1930, disputada em Montevidéu, quando os hermanos venceram por 1 a 0. Em 1978, que foi disputada na Argentina, os anfitriões venceram por 2 a 1, no jogo que marcou as estreias dos times naquele Mundial. Será que os argentinos vão manter o bom retrospecto?

Croácia x Dinamarca

Foto: Jamie Squire – FIFA/Simon Hofmann – FIFA/ via Getty Images
Foto: Jamie Squire – FIFA/Simon Hofmann – FIFA/ via Getty Images

Croácia fechou a primeira fase como líder do Grupo D, com nove pontos, após vencer Nigéria (2 a 0), Argentina (3 a 0), Islândia (2 a 1). Já a Dinamarca ficou em segundo lugar no Grupo C, com cinco pontos, depois de vencer o Peru por 1 a 0, empatar por 1 a 1 com a Austrália e ficar no zero a zero com a França. A partida entre as duas seleções será no domingo, às 15h (de Brasília), no Estádio de Nizhny Novgorod.

Brasil x México

Foto: Mike Hewitt e Laurence Griffiths/FIFA via Getty Images
Foto: Mike Hewitt e Laurence Griffiths/FIFA via Getty Images

O Brasil garantiu o primeiro lugar do Grupo E, com sete pontos, após empatar por 1 a 1 com a Suíça e vencer a Costa Rica e a Sérvia pelo placar de 2 a 0. Já o México foi o segundo do Grupo F, com seis pontos, depois de derrotar a Alemanha por 1 a 0, superar a Coreia do Sul por 2 a 1 e perder para a Suécia por 3 a 0. O duelo será na próxima segunda-feira, às 11h (de Brasília), no Estádio de Samara.

México nunca venceu o Brasil em Copas

Foto: Ian MacNicol/Getty Images
Foto: Ian MacNicol/Getty Images

O Brasil chega às oitavas com um retrospecto positivo diante dos mexicanos. A Seleção Brasileira nunca foi derrotada pelo México em Copa do Mundo. Foram quatro duelos, com três vitórias e um empate. O primeiro triunfo foi em 1950, no Mundial disputado no Brasil. Na fase de grupos, o time verde e amarelo goleou por 4 a 0. Já o último encontro foi em 2014, quando as duas seleções empataram sem gols na primeira fase da competição.

Marcelo não deve ter problemas

Foto: Maddie Meyer/Getty Images
Foto: Maddie Meyer/Getty Images

O técnico Tite recebeu uma boa notícia nesta quinta-feira. O médico da Seleção Brasileira, Rodrigo Lasmar, se mostrou confiante ao ser questionado sobre Marcelo. O lateral-esquerdo sofreu um espasmo na coluna durante a partida contra a Sérvia e precisou ser substituído. Porém, ele não deve ter problemas para ser titular segunda-feira contra o México. Já Douglas Costa não tem previsão de retorno.

Suécia x Suíça

Foto: Maja Hitij e Simon Hofmann/FIFA via Getty Images
Foto: Maja Hitij e Simon Hofmann/FIFA via Getty Images

A Suécia se classificou como líder do Grupo F, com seis pontos, por ter melhor saldo que os mexicanos (três x -1), que também fizeram seis. Os resultado na primeira fase foram: 1 x 0 Coreia do Sul, 1 x 2 Alemanha e 3 x 0 México. Já a Suíça chegou às oitavas de final em segundo lugar no Grupo E, com cinco pontos, após tais resultados: 1 x 1 Brasil, 2 x 1 Sérvia e 2 x 2 Costa Rica. O duelo entre as duas seleções será na próxima terça-feira, às 11h (de Brasília), no Estádio São Petersburgo.

Bélgica x Japão

Foto: JORGE GUERRERO/AFP/ Andrew Surma/NurPhoto via Getty Images
Foto: JORGE GUERRERO/AFP/ Andrew Surma/NurPhoto via Getty Images

A Bélgica venceu o confronto com a Inglaterra por 1 a 0, na última rodada, e garantiu o primeiro lugar do Grupo G com nove pontos. Antes havia vencido o Panamá por 3 a 0 e a Tunísia por 5 a 2. Embora tenha perdido por 1 a 0 para a Polônia na última rodada, o Japão avançou na segunda colocação, com quatro pontos, por ter menos cartões amarelos em comparação a Senegal. Na primeira rodada venceu a Colômbia por 2 a 1 e depois empatou com Senegal em 2 a 2. O confronto entre Bélgica e Japão será segunda-feira às 15h (horário de Brasília).

Colômbia x Inglaterra

Foto: Maddie Meyer/Adam Davy/PA Images via Getty Images
Foto: Maddie Meyer/Adam Davy/PA Images via Getty Images

A Colômbia garantiu a classificação nesta quinta-feira após vencer Senegal por 1 a 0 e eliminar a seleção africana. Antes os colombianos haviam sido derrotados por 2 a 1 pelo Japão e vencido a Polônia por 3 a 0. Já a Inglaterra ficou em segundo do Grupo G, com seis pontos, depois de vencer Tunísia (2 a 1) e Panamá (6 a 1). A derrota foi para a Bélgica, por 1 a 0. O confronto decisivo será terça-feira às 15h (de Brasília).

Craque preocupa

Foto: Stu Forster/Getty Images
Foto: Stu Forster/Getty Images

Artilheiro da Copa de 2014, James Rodríguez pode desfalcar a Colômbia nas oitavas de final. O jogador colombiano saiu aos 31 minutos do primeiro tempo no jogo contra Senegal, após reclamar de dores. Luis Muriel entrou em seu lugar. Após o apito final, o técnico José Pékerman admitiu preocupação com o craque do time: “Estou extremamente preocupado com James. Esta é uma situação muito difícil para a minha equipe. Ele estava em condições ideais e não havia qualquer indicação de lesão. A partir de então não sei o que aconteceu, mas estou muito preocupado”.