Os Jogadores Mais Novos da Copa do Mundo 2018

Imagina ter a chance de disputar uma Copa do Mundo antes dos 20 anos? Alguns atletas terão esse privilégio em 2018. Porém, apesar da pouca idade, nenhum jogador que está na Rússia nasceu no século 21. O mais novo convocado é Daniel Arzani, da seleção da Austrália, que tem 19 anos de idade. Na seleção Brasileira, o mais jovem é Gabriel Jesus, com 21 anos.

Com isso, o irlandês Norman Whiteside não será desbancado. Ele é o jogador mais novo a atuar em uma fase final de Copa do Mundo. Ele tinha 17 anos e 41 dias quando participou do jogo ente Iugoslávia e Irlanda Norte pelo mundial de 1982.

Pelé está na quinta posição do ranking dos mais jovens de todos os tempos, mas é o mais novo a disputar uma decisão de Copa do Mundo, tornando-se campeão com apenas 17 anos na Suécia em 1958.

Daniel Arzani (Austrália)

Foto: Maja Hitij – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Maja Hitij – FIFA/FIFA via Getty Images

O australiano de origem iraniana Daniel Arzani, do Melbourne City, nascido em 4 de janeiro de 1999, ostenta o título de mais jovem da Copa do Mundo 2018. O meia-atacante tem 19 anos e briga por uma vaga no time titular. E ele ganhou moral nos últimos dias ao marcar um dos gols da vitória por 2 a 1 sobre a seleção húngara na sua última partida antes do torneio mundial. Daniel saiu do banco de reservas e deixou sua marca.

Kylian Mbappé (França)

Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images

Kylian Mbappé já deixou de ser uma promessa apesar da pouca idade. O atacante francês do Paris Saint-Germain tem apenas 19 anos (20/12/1998), mas já está avaliado em cerca de 180 milhões de euros. Além disso, já é colocado entre os melhores do mundo. Com seu talento, ele é uma das principais armas do técnico Didier Deschamps para conquistar o título da Copa do Mundo 2018.

Achraf Hakimi (Marrocos)

Foto: Dan Mullan – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Dan Mullan – FIFA/FIFA via Getty Images

O lateral direito nasceu na Espanha, no dia 04 de novembro de 1998, mas foi naturalizado marroquino. Cria das categorias de base do poderoso Real Madrid, Hakimi, de 19 anos, defende a seleção marroquina desde 2016. Apesar de ser uma das principais promessas do país africano, ele ainda não conseguiu muitas oportunidades em seu clube. E a Copa do Mundo é sua grande chance de retornar ao elenco do time espanhol com moral. Porém, ele terá que superar um companheiro bem conhecido. No Grupo B, Marrocos faz sua estreia no dia 15 de junho, contra o Irã. Depois, encara Portugal de Cristiano Ronaldo, que também atua no Real Madrid. O último duelo será com a Espanha.

Francis Uzoho (Nigéria)

Foto: Ryan Pierse – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Ryan Pierse – FIFA/FIFA via Getty Images

O goleiro da Nigéria é mais um que chega ao torneio mundial com apenas 19 anos (28/10/1998). Atualmente ele joga no Deportivo La Coruña, da primeira divisão espanhola. Sua primeira chance na seleção principal do seu país foi em novembro de 2017 no amistoso contra a Argentina, adversária no grupo D da Copa. Na ocasião, ele entrou no intervalo, quando a Albiceleste vencia por 2 a 0. A partida terminou com vitória das Super Águias por 4 a 2, depois de uma grande virada no segundo tempo. Apesar da pouca experiência, ele será o goleiro titular da sua seleção.

Trent Alexander-Arnold (Inglaterra)

Foto: Matthias Hangst – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Matthias Hangst – FIFA/FIFA via Getty Images

O jovem de 19 anos (07/10/1998) foi uma das surpresas da lista de convocados divulgada pelo técnico Gareth Southgate em maio deste ano. O lateral-direito conquistou seu espaço por conta dos bons jogos com a camisa do seu clube, o Liverpool. Até ser chamado para sua primeira Copa do Mundo, ele ainda não havia atuado pela seleção principal da Inglaterra.

Moussa Wagué (Senegal)

Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images

Entre os mais jovens da Copa do Mundo de 2018, Moussa Wagué atua como lateral direito e nasceu em 04/10/1998 (19 anos). Seu clube é o Eupen, da Bélgica. De volta ao Mundial após dezesseis anos, Senegal está no grupo H com Polônia, Japão e Colômbia. De acordo com os últimos jogos, Moussa Wagué deve iniciar no banco de reservas. Porém, tem grandes chances de jogar durante os 90 minutos.

José Luis Rodríguez (Panamá)

Foto: Maja Hitij – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Maja Hitij – FIFA/FIFA via Getty Images

O meia do KAA Gent, da Bélgica, é o sétimo mais jovem da Copa do Mundo. Com 19 anos, ele nasceu em 19/06/1998. O jogador fez sua estreia com a seleção em 29 de maio no amistoso contra a Irlanda do Norte, jogando 60 minutos. Agora na Rússia, ele pode ter a oportunidade de jogar sua primeira partida oficial com a camisa do Panamá. Porém, Rodríguez ainda não está confirmado para a estreia. No último treino, ele sofreu uma lesão muscular e preocupa para a partida diante dos belgas, segunda-feira que vem, em Sochi.

Lee Seung-Woo (Coreia do Sul)

Foto: VLADIMIR SIMICEK/AFP/Getty Images
Foto: VLADIMIR SIMICEK/AFP/Getty Images

Ele já jogou no Barcelona, mas hoje defendeoHellas Verona, da Itália. O prodígio sul-coreano tem 20 anos (06/01/1998) e foi um dos grandes destaques do último mundial sub-20. O meia estreou pela sua seleção na vitória por 2 a 0 sobre Honduras, em amistoso disputado no início do mês. Sua primeira partida oficial pode acontecer nos próximos dias, justamente em uma Copa do Mundo. A Coreia do Sul está no grupo F junto com Alemanha, México e Suécia.

Ismaïla Sarr (Senegal)

Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Shaun Botterill – FIFA/FIFA via Getty Images

Senegal tem mais um entre os mais jovens da Copa do Mundo 2018. Ismaila SaRR. nasceu em 25/02/1998 e tem apenas 20 anos. O atacante do Rennes, da França, chegou a marcar no amistoso contra a Croácia, mas não evitou a derrota em um dos últimos testes antes da Copa. Senegal está no grupo H ao lado de Polônia, Colômbia e Japão. A estreia está marcada para o dia 19, contra o time de Lewandowski, em Moscou.

Ian Smith (Costa Rica)

Foto: Christopher Lee – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Christopher Lee – FIFA/FIFA via Getty Images

O lateral direito Ian Smith tem 20 anos (06/03/1998) e atua no futebol sueco. Em 15 de março deste ano, ele foi convocado pela primeira vez pelo técnico Óscar Ramírez para disputar amistosos com a seleção principal. Em maio teve seu nome anunciado para a Copa do Mundo de 2018 por conta da lesão de José Salvatierra. O lateral da Alajuelense rompeu um ligamento do joelho e não teve condições de se recuperar a tempo de ir à Rússia. Com isso, Ian ganhou espaço.

Rodrigo Bentancur (Uruguai)

Clive Mason/FIFA via Getty Images
Clive Mason/FIFA via Getty Images

Rodrigo Bentancur tem todas as qualidades para se tornar grande destaque da seleção uruguaia. Apesar de medir 1,87 metros, o meia defensivo de 20 anos (25/06/1997) da Juventus tem muita mobilidade, além do excelente passe. O jogador estreou profissionalmente no Boca Juniors da Argentina e, após brilhar no Sul-americano Sub 20 de 2017, Bentancur foi contratado pela Juventus. O volante também foi um dos destaques da seleção uruguaia no Mundial Sub 20 da Coreia do Sul, no qual a Celeste ficou com o quarto lugar. Agora, terá a oportunidade de brilhar na Copa do Mundo da Rússia.

Marcus Rashford (Inglaterra)

Foto: Clive Rose – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Clive Rose – FIFA/FIFA via Getty Images

Principal revelação do futebol inglês nos últimos anos, Marcus Rashford conquistou seu espaço no Manchester United e na seleção da Inglaterra. Hoje, aos 20 anos (31/10/1997) é um dos principais jogadores da sua seleção, apontada como forte concorrente ao título na Rússia. Porém, ele pode ficar de fora da estreia. O atacante levou uma pancada no joelho durante um treinamento e ainda preocupa.

Gabriel Jesus – Brasil

Foto: Nelson Pulido/LatinContent/Getty Images
Foto: Nelson Pulido/LatinContent/Getty Images

O jovem Gabriel Jesus tem tido uma carreira meteórica. O atacante estourou no Palmeiras em 2016, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos do Rio e virou uma das estrelas do Manchester City, da Inglaterra. Além disso, nas Eliminatórias, ele balançou as redes sete vezes e foi o maior artilheiro brasileiro na competição. Hoje é titular do time do técnico Tite com apenas 21 anos (03/0/1997).

Ousmane Dembélé (França)

Foto: Laurence Griffiths – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Laurence Griffiths – FIFA/FIFA via Getty Images

O atacante tem apenas 21 anos (15/05/1997), mas já é uma das principais estrelas do futebol mundial. Em 2017, após a saída de Neymar, o Barcelona desembolsou 105 milhões de euros para tirar o jovem do Borussia Dortmund. Na seleção francesa, ele soma 12 jogos e dois gols desde 2016. O último gol foi marcado contra a Itália em amistoso preparatório para Copa do Mundo da Rússia.

Kelechi Iheanacho (Nigéria)

Ryan Pierse – FIFA/FIFA via Getty Images
Ryan Pierse – FIFA/FIFA via Getty Images

Kelechi Iheanacho tem apenas 21 anos (03/10/1996) e um extenso currículo. Ele já jogou duas vezes a Liga dos Campeões, conquistou uma Copa da Liga Inglesa pelo Manchester City e foi campeão mundial sub-17, em 2013, quando foi o vice-artilheiro e escolhido melhor jogador do torneio. Pela seleção principal da Nigéria, o atacante do Leicester City tem oito gols em 15 jogos.

Andrija Zivkovic (Sérvia)

Foto: Matthias Hangst – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Matthias Hangst – FIFA/FIFA via Getty Images

Aos 21 anos (11/071996), Andrija Zivkovic é o mais jovem da seleção da Sérvia. Mas merece atenção dos adversários. O meia-atacante do Benfica não é de fazer gols, mas sua velocidade e técnica incomodam. Por isso, os brasileiros precisam ficar de olho nele. Vale lembrar que a Sérvia integra o grupo E da Copa do Mundo 2018, juntamente o Brasil, a Suíça e a Costa Rica.

Marco Asensio (Espanha)

Foto: David Ramos – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: David Ramos – FIFA/FIFA via Getty Images

O ponta-esquerda tem 22 anos (21/01/1996) e é uma das opções do banco de reservas do Real Madrid. Com a possível chegada de Neymar, o clube não descarta negociar o jovem espanhol. Em 2015, foi campeão europeu Sub-19 com a Espanha e eleito melhor jogador do torneio. Pela principal, ainda busca seu espaço. Em 11 jogos ainda não marcou gols com a camisa do seu país. A Copa é a grande oportunidade de se firmar na seleção.

André Silva (Portugal)

Foto: Carlos Rodrigues/Getty Images
Foto: Carlos Rodrigues/Getty Images

Companheiro de ataque do astro Cristiano Ronaldo e nomeado pelo próprio craque do Real Madrid como seu herdeiro na seleção, André Silva tem apenas 22 anos (06/11/1995). Nas Eliminatórias, o jogador do Milan marcou nove gols e ficou atrás somente de Cristiano Ronaldo (14). Por isso, deve ser um dos destaques do grupo B, que conta com Portugal, Espanha, Marrocos e Irã.

Giovani Lo Celso (Argentina)

Foto: Lars Baron – FIFA/FIFA via Getty Images
Foto: Lars Baron – FIFA/FIFA via Getty Images

Giovani Lo Celso não será titular da seleção da Argentina na estreia da Copa do Mundo 2018. Mas o talentoso meio-campista canhoto de 22 anos (09/0/1996) tem tudo para encantar o mundo no torneio disputado na Rússia. O jogador do PSG é uma das principais alternativas do técnico Jorge Sampaoli. Com sua criatividade, ele pode mudar qualquer jogo. Ainda mais por ter Lionel Messi no mesmo time.