Os Atletas Brasileiros Mais Famosos De Todos Os Tempos

Eleger os mais famosos atletas brasileiros de todos os tempos não é tarefa fácil. São inúmeros os esportistas talentosos que conseguiram títulos importantes para o Brasil e, como consequência, reconhecimento internacional.

Mesmo assim, alguns atletas ainda se destacam por tudo que fizeram durante a carreira. Confira a seguir quem são as principais personalidades brasileiras e o que eles fizeram por suas modalidades. Algumas ainda estão na ativa e aumento o currículo de conquistas, enquanto outros hoje fazem parte da história.

Pelé

Pele At Stadium Vila Belmiro
Friedemann Vogel/Getty Images
Friedemann Vogel/Getty Images

Pelé é sem dúvida o atleta brasileiro mais famoso de todos os tempos e motivos não faltam para isso. Apelidado de Rei, Edson Arantes do Nascimento disputou um total de quatro Copas do Mundo com a Seleção Brasileira, das quais saiu como campeão três vezes: Suécia 1958, Chile 1962 e México 1970. A outra foi a da Inglaterra, em 1966, quando o Brasil foi eliminado já na primeira rodada.

Aliás, o ex-Santos é o único jogador da história a vencer três mundiais. Além disso, carrega a marca de ter sido o jogador mais jovem a fazer gols nas Copas do Mundo. Ele tinha 17 anos e 239 dias, especificamente. Pelé também é o maior goleador da verde-amarela, com 95 gols em 77 partidas oficiais, ainda que no total tenha disputado 95 jogos. Ou seja, ele tem todos os motivos para ser o Rei do futebol e é reconhecido no mundo todo como uma das principais estrelas do mundo do esporte.

Ayrton Senna

Grand Prix of Hungary
Pascal Rondeau/Getty Images
Pascal Rondeau/Getty Images

Ayrton Senna é um grande ícone do automobilismo e um dos pilotos mais populares e amados de todos os tempos. Mesmo depois de 20 anos de sua trágica morte, ele ainda está entre os mais influentes e bem-sucedidos pilotos de Fórmula 1 e é considerado um dos maiores pilotos da história do esporte.

A imagem das vitórias de Senna, principalmente levando a Bandeira de seu país, marcou uma geração de brasileiros e o consagrou como um dos maiores pilotos da Fórmula 1 de todos os tempos.

Ronaldo Nazário

Claudio Villa Archive
Getty Images
Getty Images

Conhecido como Fenômeno, Ronaldo Nazário ainda é para muitos o centroavante mais letal da história do futebol mundial. Para as novas gerações entenderem, ele não era tão habilidoso tecnicamente, mas todas as bolas que chegavam aos seus pés acabavam nas redes do gol rival. Não à toa fez história tanto com a camisa da Seleção Brasileira quanto pelos clubes que passou durante sua carreira.

Ele conquistou duas Copas do Mundo, Estados Unidos 1994 (embora não tenha entrado em campo) e Coreia e Japão 2002, além de ter no currículo duas Copas América, 1997 na Bolívia e 1999 no Paraguai, e duas Copas das Confederações em 1997 e 1999. Também se tornou ídolo em todos os clubes que defendeu, até mesmo em times rivais como Barcelona e Real Madrid. Entre 96 e 2002, três vezes o melhor do Mundo pela Fifa. Não há fã de futebol que não reconheça seu rosto.

Ronaldinho Gaúcho

Barcelona?s Brazilian Ronaldinho celebra...
JOSE JORDAN/AFP via Getty Images
JOSE JORDAN/AFP via Getty Images

Ronaldinho Gaúcho também é conhecido no mundo todo pelo o que fez dentro de campo. Revelado pelo Grêmio, o atacante se tornou uma estrela do esporte logo nos seus primeiros anos de Europa. Aliás, é considerado uma das maiores lendas do poderoso Barcelona e responsável por fazer o clube voltar a ser um dos maiores e mais vitoriosos do mundo. Foi durante sua trajetória no time catalão que o brasileiro foi eleito duas vez o melhor jogador do planeta.

Com a camisa da Seleção Brasileira, o craque foi campeão da Copa do Mundo de 2002. O atleta também brilhou com as camisas de Paris Saint-Germain, Flamengo e Atlético-MG.

Gustavo Kuerten

Gustavo Kuerten of Brazil hits a forehand
Michael Steele/Getty Images
Matthew Stockman/Getty Images

Gustavo Kuerten, o Guga, é outra figura muito querida pelos brasileiros e que ganhou fama internacional por conta de seu talento. O catarinense é considerado o maior tenista da história do Brasil e ajudou a popularizar o esporte.

Durante sua carreira, Guga conquistou vários títulos. Foi tricampeão do Grand Slam de Roland Garros, campeão da Masters Cup e cinco vezes campeão de torneios Masters Series. Em 2008, anunciou sua aposentadoria das quadras por conta dos problemas no quadril. Cerca de três anos depois, o “Manézinho da Ilha” foi condecorado como o primeiro homem brasileiro a ingressar no Hall da Fama do tênis.

Marta

Brazil v USWNT
Jeremy Reper/ISI Photos/Getty Images
Brad Smith/ISI Photos/Getty Images

Marta Vieira da Silva divide com Pelé o trono do futebol brasileiro. Ele é o rei, ela, a rainha. Mas não é só no Brasil que ela é reverenciada. A meia-atacante já foi eleita a melhor de seu esporte seis vezes, sendo cinco de forma consecutiva, e é considerada a maior jogadora da história. A atleta já conquistou títulos de grande expressão como Champions League, Libertadores e Jogos Pan-Americanos.

Em Copas do Mundo, é a primeira a marcar gols em cinco edições distintas. Além disso, ajudou a Seleção Brasileira a conquistar a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, e repetiu o feito em Pequim no ano de 2008.

César Cielo

Maria Lenk Swimming Trophy - Aquece Rio Test Event for the Rio 2016 Olympics
Buda Mendes/Getty Images
Buda Mendes/Getty Images

O nadador César Cielo não só conquistou a simpatia dos apaixonados por esporte, como também entrou para o quadro de medalhistas olímpicos. Em 2008, o brasileiro participou das Olimpíadas de Pequim e se consagrou campeão nos 50 metros livre, sendo até hoje dono da única medalha de ouro da natação brasileira na história olímpica. No ano seguinte, foi eleito o melhor atleta da década no Brasil pela revista “Sport Life”.

No mundial de natação em Roma em 2009, venceu as provas dos 50 e 100m livres, quebrando o recorde mundial. Também possui dois bronzes olímpicos, um nos 50m livre (2012) e outro nos 100m livre (2008).

Hortência

Brazil's Hortencia Marcari Oliva (L) is congratula
ANTONIO SCORZA/AFP via Getty Images
ANTONIO SCORZA/AFP via Getty Images

Ícone do basquete feminino brasileiro, Hortência não poderia ficar de fora da lista. Até hoje, ela é a maior pontuadora da Seleção Brasileira, com 3.160 pontos em 127 jogos: uma média de 24,9 pontos por partida. Com seu talento, ajudou o Brasil a conquistar o título mundial na Austrália em 1994, a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Atlanta, nos Estados Unidos, em 1996, e uma medalha de ouro em Jogos Pan-Americanos de Havana, em 1991.

No cenário mundial, faz parte do Hall da Fama do Basquete Feminino desde 2002 e foi eleita como a melhor jogadora de todos os tempos da Copa do Mundo Feminina de Basquete. Atualmente, Hortência é empresária, palestrante e comentarista da Rede Globo.

Nelson Piquet

F1 Grand Prix of Hungary
Lars Baron/Getty Images
Lars Baron/Getty Images

Tricampeão de Fórmula 1, Nelson Piquet foi uma das maiores estrelas do automobilismo na década de 1980, enfrentando grande nomes como Alain Prost, Nigel Mansell e Ayrton Senna. Aliás, foi uma das décadas mais incríveis da categoria, com corridas memoráveis e disputas equilibradas.

Durante sua carreira, Nelson Piquet passou pelas equipes Ensign, McLaren, Brabham, Williams, Lotus e Benetton. No total, foram três títulos mundiais, 204 grandes prêmios disputados, 23 vitórias, 24 poles e 60 pódios.

Neymar

Brazil v Germany: Men's Football - Olympics: Day 15
Stuart Franklin – FIFA/FIFA via Getty Images
Stuart Franklin – FIFA/FIFA via Getty Images

Neymar é atualmente o atleta brasileiro de maior destaque no cenário mundial. O atacante deu seus primeiros chutes profissionais no Santos, onde venceu Copa Libertadores e Copa do Brasil, além de ter começado a chamar atenção do mundo. Em 2013, foi contratado pelo Barcelona e deu início à carreira internacional.

No clube catalão, foi campeão da Champions League, terminando a competição entre os artilheiros, e passou a ser considerado um dos melhores do mundo. Em 2 de agosto de 2017, o Paris Saint-Germain pagou a multa rescisória de 222 milhões de euros pelo atacante brasileiro, transformando Neymar no jogador mais caro de todos os tempos. Pela Seleção, conquistou a sonhada medalha de ouro nas Olímpiadas do Rio 2016, e é atualmente o segundo maior artilheiro de todos os tempos, mas ainda falta uma Copa do Mundo em seu currículo vitorioso.

Emerson Fittipaldi

Emerson Fittipaldi Visits Hermanos Rodriguez Racetrack
Manuel Velasquez/LatinContent via Getty Images
Andrew Hone/Getty Images

Você sabia que Emerson Fittipaldi foi o responsável por colocar o Brasil no mapa da Fórmula 1? Ninguém havia conseguido o mesmo sucesso do paulistano antes. Nascido em 12 de dezembro de 1946, ele foi o primeiro brasileiro a se tornar campeão na Fórmula 1, tendo conquistado o primeiro título em 1972 pela Lotus.

O bicampeonato veio em 74 pela McLaren. Atualmente, Emerson Fittipaldi é considerado um dos maiores automobilistas do Brasil e do mundo.

Oscar Schmidt

Brazil Olympics Awards Ceremony 2019
Buda Mendes/Getty Images
Doug Pensinger/Getty Images

Mesmo sem ter conquistado medalhas olímpicas e nunca ter jogado na NBA (National Basketball Association), Oscar é considerado um dos maiores jogadores de basquete masculino de todos os tempos. Conhecido como “Mão Santa”, ele participou de 1.615 jogos e marcou 49.737 pontos em 32 anos de carreira, sendo o recordista mundial em cestas.

Das cinco Olimpíadas disputadas, por três vezes o atleta conquistou o 5º lugar com seus companheiros de equipe. No ano de 2013, ele se aposentou das quadras e atualmente trabalha como palestrante e comentarista.

Maurren Maggi

PANAM2007-LONG JUMP-BRA-MAGGI
MARTIN BERNETTI/AFP via Getty Images
Ricardo Bufolin/LatinContent via Getty Images

Maurren Maggi é um dos principais nomes da história do atletismo brasileiro. Ela ganhou grande destaque internacional em 2008 na prova do salto em distância, nos Jogos Olímpicos de Pequim, ao alcançar a marca de 7,04 metros. O resultado a fez a primeira mulher brasileira campeã olímpica no atletismo. No entanto, sua melhor marca, que também é recorde, foi em 1999, ao saltar 7,26 metros.

Maurren Maggi é ainda recordista do salto triplo, 14m53, e dos 100 metros com barreiras, 12s71. Em 2014, a atleta brasileira anunciou sua aposentadoria do atletismo.

Gustavo Borges

Swimming - Gustavo Borges
Paulo Fridman/Corbis via Getty Images
Paulo Fridman/Corbis via Getty Images

Nascido em 2 de dezembro de 1972 em Ribeirão Preto, São Paulo, Gustavo Borges é um dos principais nomes da natação mundial. Com quatro medalhas olímpicas, sendo duas de bronze e duas de prata, e 19 em Jogos Pan-Americanos, ele garantiu um lugar no Hall da Fama Internacional da Natação, com sede na Flórida (EUA) em 2012.

Em 2004, após os Jogos Olímpicos de Atenas, o atleta brasileiro anunciou sua aposentadoria das piscinas aos 31 anos.

Romário

Brazil v Cameroon
Mark Leech/Offside/Getty Images
Alessandro Sabattini/Getty Images

Gênio das áreas, Romário deixou seu nome marcado na história da Seleção Brasileira. O Baixinho é considerado o herói do tetracampeonato mundial. Neste mesmo ano, ele foi eleito o melhor jogador do mundo pela FIFA.

Além da Copa do Mundo de 1994, Romário também foi campeão da Copa das Confederações de 1997 e da Copa América de 1989 e 1997. Romário é o quarto maior artilheiro da Seleção de todos os tempos, com 55 gols marcados em 70 jogos. O craque pendurou as chuteiras em 2007 e segue sendo considerado um dos gênios brasileiros da bola.

Torben Grael

OLY-2016-RIO-RELAY-TORCH
YASUYOSHI CHIBA/AFP via Getty Images
KIRILL KUDRYAVTSEV/AFP via Getty Images

Já Torben Grael é o maior nome do iatismo no Brasil, com grande destaque no cenário internacional. O atleta conquistou seis títulos mundiais e 25 campeonatos brasileiros. Ele também é lembrado pelas suas conquistas olímpicas.

Nascido no dia 22 de julho de 1960, o multicampeão da vela Torben Grael participou de seis edições dos Jogos, tendo conquistado cinco medalhas (duas medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze). Atualmente, é coordenador técnico da Seleção Brasileira de vela.

Ana Moser

Brazilian players Ana Moser (2) and Fernanda Ventu
ANTONIO SCORZA/AFP via Getty Images
ANTONIO SCORZA/AFP via Getty Images

Ana Moser foi uma das melhores jogadoras de vôlei que o Brasil já produziu e se tornou símbolo de liderança durante sua carreira de atleta. Ela fez parte da geração que trouxe a primeira medalha olímpica para o voleibol feminino para o Brasil. Junto com a equipe, ela conquistou o bronze nos Jogos Olímpicos de Atlanta de 1996. Também ajudou a garantir a prata do Campeonato Mundial de 1994 – além de três títulos do Grand Prix.

Em novembro de 1999, Ana Moser anunciou sua aposentadoria. Após sua saída das quadras, ela escreveu um livro sobre sua carreira, participou de programas de televisão como comentarista e, em 2009, foi eternizada no Hall da Fama do vôlei internacional.

Daiane dos Santos

Daiane dos Santos of Brazil chalks her hands during training sessions for artistic gymnastics ahead of the 2012 Olympic Games at Greenwich Training Academy on July 26, 2012 in London, England
Ronald Martinez/Getty Images
Ronald Martinez/Getty Images

A gaúcha Daiane dos Santos também conquistou uma marca importante. Ela foi a primeira ginasta brasileira, entre homens e mulheres, a subir no topo do pódio em uma edição do Campeonato Mundial. A medalha de ouro foi conquistada em Anaheim 2003.

Daiane também criou dois movimentos que foram eternizados pela Federação Internacional de Ginástica (FIG) e hoje levam o seu nome: o duplo twist carpado (Dos Santos I) e o duplo twist esticado (Dos Santos II). Sua aposentaria foi anuncia em 2012 por conta de uma lesão grave no joelho esquerdo.

Garrincha

GARRINCHA (Manuel Francisco dos Santos), Brazilian footballer, *1933-1983+, portrait with ball, 1966
ullstein bild/ullstein bild via Getty Images
ullstein bild/ullstein bild via Getty Images

Manoel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha ou simplesmente Garrincha, faz parte da história do futebol brasileiro, sendo sempre citado entre os melhores jogadores de todos os tempos. Foi essencial nos títulos conquistados pela Seleção Brasileira em 1958 e 1962, nas Copas da Suécia e do Chile.

O eterno “Anjo das Pernas Tortas”, ídolo do Botafogo e da Seleção Brasileira, morreu com apenas 49 anos, em decorrência de complicações causadas pelo alcoolismo.

Joaquim Cruz

Athletics - Joaquim Cruz
Gilbert Iundt/Corbis/VCG via Getty Images)
Mike Powell/Allsport/Getty Images

Nascido em Taguatinga, Distrito Federal, em 12 de março de 1963, Joaquim Cruz faz parte da lista de maiores esportistas brasileiros de todos os tempos. E foi no atletismo que ele fez história, se tornou ídolo e um dos maiores ícones do esporte olímpico brasileiro.

Aos 21 anos, o atleta conquistou ouro nos 800m no Jogos de Los Angeles (EUA), em 1984, e posteriormente a medalha de prata nos Jogos de Seul (Coreia do Sul), em 1988. Atualmente, ele mora nos Estados Unidos, onde trabalha como treinador da equipe norte-americana paraolímpica de atletismo.

Adhemar Ferreira da Silva

Olympische Spiele Rom 1960: Adhemar Ferreira da Silva
RDB/ullstein bild via Getty Images
RDB/ullstein bild via Getty Images

O paulista Adhemar Ferreira da Silva é uma verdadeira lenda do atletismo e do esporte brasileiro. Nascido em 29 de setembro de 1927, o atleta do salto triplo foi bicampeão olímpico em 1952/56. Sua primeira medalha de ouro foi conquistada na Olimpíada de Helsinque, na Finlândia, em 1952.

Já a segunda medalha de ouro veio nos Jogos de Melbourne, na Austrália, em 1956. Adhemar também conquistou cinco títulos sul-americanos e três pan-americanos da modalidade. Considerado por muitos o maior atleta olímpico brasileiro de todos os tempos, Adhemar morreu no dia 12 de janeiro de 2001 de parada cardíaca.