Como Vai A Vida De Oscar Na China

Ele nasceu em Americana e foi autor de dois gols pelo Brasil na Copa do Mundo da FIFA em 2014, o terceiro na vitória da estreia por 3 a 1 sobre a Croácia e o único no jogo de despedida da seleção (pena que nesse dia a Alemanha emplacou 7)

Estamos falando de Oscar, que estava lá no trágico 7×1, mas defendeu, além da seleção, grandes equipes como São Paulo, Internacional e Chelsea. Vamos saber um pouco mais sobre esse jogador e como está sua vida na China. Confira!

Novinho, mas bom de bola

GettyImages-1216144042
Foto de VANDERLEI ALMEIDA/AFP/Getty Images
Foto de VANDERLEI ALMEIDA/AFP/Getty Images

Nós o conhecemos como simplesmente Oscar, mas seu nome de verdade é Oscar dos Santos Emboaba Júnior. Ele é de 1991 e atua como meia. Atualmente joga no Shanghai SIPG, mas já passou por outros grandes clubes como São Paulo, Internacional e Chelsea. Seu estilo de jogo e habilidade chegou a ser comparado com Kaká e com o alemão Mesut Özil.

Em 2012, conseguiu a 37ª posição entre os 100 melhores jogadores de futebol do mundo, num ranking publicado pelo jornal The Guardian.

Tricolor de coração

02
Reprodução/SaoPauloFC
Reprodução/SaoPauloFC

Oscar iniciou sua carreira jogando pelo São Paulo, ​​onde conquistou o Campeonato Brasileiro de 2008. Após uma série de controvérsias, deixou o clube e foi jogar no Internacional, onde passou os três anos seguintes de sua carreira. Foi em 2012 que olheiros do Chelsea o descobriram e o levaram para o clube inglês.

Defendeu o Brasil nas Olimpíadas de Londres de 2012 e em 20 de agosto de 2011, marcou três gols na final da Copa do Mundo sub-20 contra Portugal, na vitória de virada por 3 a 2, tornando-se o primeiro jogador a marcar um hat-trick numa final desse campeonato.

Chelsea

03
Adam Davy/PA Images via Getty Images
Adam Davy/PA Images via Getty Images

Em junho de 2012, Oscar foi à Londres realizar exames médicos e acertar com o Chelsea, mas levou mais de um mês para o Internacional confirmar a venda. Os valores da negociação giraram em torno de 25 milhões de libras, e na data em que foi realizada, tornou-se a maior venda já realizada por um clube brasileiro para o exterior, superando as idas de Denílson ao Bétis, em 1998, por cerca de 32 milhões de dólares e de Robinho, ao Real Madrid, por 30 milhões de dólares. Lá, Oscar recebeu a camisa número 11, usada pelo craque marfinense Didier Drogba que jogou no clube durante oito anos.

Se afirmando

04
Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images
Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images

Ele só foi estrear no dia 19 de agosto, contra o Wigan Athletic, válida pela primeira rodada da Premier League 2012-13. Começou no banco de reservas e pôde atuar por aproximadamente 27 minutos apenas. Seu primeiro jogo como titular aconteceu pela UEFA Champions League, contra o forte time da Juventus, campeã italiana. Foi o autor dos dois gols do Chelsea na partida, o segundo deles veio de um belo chute de fora da área após dar o Drible da Vaca no consagrado meia italiano Andrea Pirlo. Após o fim do jogo, Oscar foi eleito o melhor em jogador em campo pela UEFA.

A volta de Drogba

05
AMA/Corbis via Getty Images
AMA/Corbis via Getty Images

Com a volta do ídolo do Chelsea Didier Drogba, em meados do fatídico ano de 2014, Oscar teve que ceder a camisa 11 ao atacante da Costa do Marfim, ao mesmo tempo, com a saída de Frank Lampard, ele assumiu a camisa 8 no time inglês.

E no dia 26 de outubro de 2016, Oscar completou 200 jogos com a camisa do Chelsea, no jogo contra o West Ham, onde os “Blues” perderam de 2 a 1.

Shanghai SIPG

06
JOHANNES EISELE/AFP/Getty Images
JOHANNES EISELE/AFP/Getty Images

E eis que no dia 23 de dezembro de 2016, o Chelsea confirmou a venda de Oscar para o clube chinês Shanghai SIPG. A transação foi a maior transferência da história da China até aquele momento, já que o meia foi contratado por 60 milhões de euros, mas por qual razão Oscar trocaria o badalado clube do Chelsea por um time do ainda obscuro futebol chinês? Na Europa certamente sua visibilidade seria ampliada e contratos com outros grandes clubes poderiam surgir.

Negócio da China

07
Power Sport Images/Getty Images
Power Sport Images/Getty Images

O que Oscar acabou fazendo foi um verdadeiro negócio da China! Com a sua transferência do Chelsea para o Shanghai SIPG, ele acabou quebrando um recorde: o de salário. Só para você ter uma idea, a transferência de Hulk (que havia sido contratado pelo mesmo time), em junho, rendeu R$ 6 milhões de reais por mês de salário para o atacante, sendo o terceiro maior salário do futebol mundial (atrás de Cristiano Ronaldo e Messi).

Salário “galáctico”

08
Power Sport Images/Getty Images
Power Sport Images/Getty Images

Parece que a China quer mesmo se destacar no futebol mundial e não estão medindo esforções para isso. Oscar assinou um contrato que fez com que o meia passasse a ganhar R$ 7 milhões por mês, tirando assim de Hulk, a posição de terceiro maior salário do futebol mundial. Em sua estreia, fez valer o valor pago e marcou um dos gols da vitória por 3 a 0 sobre o Sukhothai, da Tailândia, pela Liga dos Campeões da AFC.

Amor eterno

09
Visual China Group via Getty Images/Visual China Group via Getty Images
Visual China Group via Getty Images/Visual China Group via Getty Images

Oscar é casado com Ludmila, a quem conhece desde criança. Sempre que Oscar marca um gol, mesmo na China, pode ser visto fazendo tipo um “L” com as mãos, que, sem nenhum mistério, vem a ser a inicial do nome da sua esposa. No dia 5 de junho do fatídico ano de 2014, Oscar tornou-se pai de sua primeira filha: Julia. E no dia 11 de abril de 2016 nasceu seu filho, Caio Emboaba.

Depois da tempestade…

10
Alex Livesey – FIFA/FIFA via Getty Images
Alex Livesey – FIFA/FIFA via Getty Images

Sobre a seleção brasileira, ele diz o seguinte: “Depois da Copa do Mundo, com certeza, caiu um pouquinho meu futebol, principalmente na Seleção, não só eu, mas alguns jogadores caíram um pouquinho. Porque foi um baque muito forte, mas todo mundo retornou a jogar o seu bom futebol”.

E ainda completou: “Eu retornei a jogar meu melhor futebol agora também, então, estou muito feliz. Se eu tiver uma outra chance, vou ficar muito feliz também”.

Muito sucesso

11
DI YIN/Getty Images
DI YIN/Getty Images

Dois anos depois daquela transação de 60 milhões de libras, Oscar se provou um grande sucesso no futebol chinês – embora o país ainda não tenha atingido a expectativa de competir em nível com os clubes europeus.

O brasileiro segue colecionando títulos e busca provar que ainda pode ser útil à seleção brasileira, afinal de contas, quando deixou o Chelsea, em 2017, para o futebol chinês, Oscar já havia conquistado duas vezes a Premier League e até hoje aparece na lista dos jogadores mais importantes e eficientes que já disputaram o certame.

Ele foi rotulado

12
VCG/Getty Images
VCG/Getty Images

Oscar não se importou com quem o rotulou de mercenário. “Sempre vai haver críticas, mas ninguém está no meu lugar para tomar as minhas decisões. Eu nem ligo para isso, sou muito bem resolvido quanto às minhas escolhas. Era uma proposta muito difícil de recusar”.

O jogador elogiou o nível da liga chinesa. “É bom, muito melhor do que eu imaginava. Lógico que não é uma Premier League, mas é legal de jogar. Alguns estrangeiros chegam aqui achando que vai ser muito fácil jogar e acabam ficando na reserva dos chineses, porque todos têm de dar o máximo”.

Tirando de letra

13
DI YIN/Getty Images
DI YIN/Getty Images

E, apesar de tanta pressão, para Oscar está parecendo tudo muito fácil. Na última temporada, o brasileiro foi um dos protagonistas na primeira conquista de Campeonato Chinês de seu clube, com 19 assistências e marcando 12 gols e com participação em 31 dos 77 tentos anotados pelo Shanghai SIPG. E se o escolhido como craque do campeonato foi Wu Lei, seu companheiro de equipe, Oscar foi quase uma unanimidade na escolha da seleção da temporada.

Sem olhar pra trás

14
Steve Christo/Corbis via Getty Images
Steve Christo/Corbis via Getty Images

Até sua transferência para a China, Oscar era uma figura constante nas convocações da seleção brasileira, mas o jogador abriu mão de seu prestígio na Europa para faturar uma fortuna e se tornar uma das estrelas da emergente liga asiática.

Passados tantos anos, Oscar garante não ter nenhum arrependimento. Nem mesmo uma forte punição que recebeu, que o manteve afastado das partidas, diminuiu a satisfação em viver com a mulher e os dois filhos na moderna Xangai, a maior cidade do país, com mais de 20 milhões de habitantes.

Adaptado

15
Visual China Group via Getty Images/Visual China Group via Getty Images
Visual China Group via Getty Images/Visual China Group via Getty Images

Oscar contou em uma entrevista, como foram seus primeiros meses em Xangai e sobre sua adaptação à nova cultura.

“…Já me sinto adaptado à cultura local, eu e minha família estamos muito felizes. Xangai é uma cidade incrível e estamos sempre com os brasileiros, as crianças estudam em uma escola internacional muito boa. Estamos gostando bastante, não dependemos dos outros e, assim como fizemos em Londres, temos uma rotina que nos deixa tranquilos.”

Pero no mucho

16
Masashi Hara/Getty Images
Masashi Hara/Getty Images

Mais ou menos acostumado vamos combinar, já que a punição que recebeu foi por conta de uma atitude comum por aqui, mas que por lá pegou muito mal. Oscar chutou uma bola nos adversários do Guangzhou R&F, que reagiram e provocaram uma confusão.

“Eu não entendi. Foi uma reação de jogo, que nós latinos, que temos sangue quente, estamos acostumados a fazer, para ganhar um lateral ou mesmo intimidar o adversário. É normal, mas causou uma confusão e a federação local viu como má conduta da minha parte“.

Em cima da hora!

18
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Oscar é também embaixador da fabricante americana de relógios de luxo Ritmo Mundo, tendo um modelo de relógio personalizado com o número 8, alusivo à camisa que usa no futebol chinês. O objetivo da marca é se aproximar do público do futebol, estimado em 3,5 bilhões de pessoas pelo mundo.

Sou um entusiasta da Ritmo Mundo. É uma escolha natural para mim e me sinto honrado em fazer parceria como embaixador oficial para expandir a marca globalmente entre os fãs de futebol”, afirmou Oscar. Cada exemplar custava US$1000 no lançamento.

Para passar as férias

20
Reprodução/Web
Reprodução/Web

E como é bom realizar os sonhos que temos quando crianças, não é mesmo? O sonho de ter um imóvel projetado por Aquiles Nícolas Kílaris era cultivado pelo jogador e a mulher Ludmila. Ainda menino, Oscar passeava pelas ruas da sua cidade natal de Americana, admirando as casas e observando que placas pretas com a assinatura do arquiteto se repetiam nas suas preferidas. Ao conquistar os gramados, ergueu a sua própria residência criada pelo arquiteto

Na humildade!

19
Reprodução/Web
Reprodução/Web

Para se ter uma ideia, a casa de “veraneio” de Oscar fica em Americana e é um palacete. O terreno tem 1,2 mil metros quadrados. A casa de dois pavimentos tem 672 metros quadrados, só a rouparia da suíte master, conta com 20,85 metros quadrados.

Por se tratar de uma casa de veraneio, o coração do imóvel é a área de lazer, pensada para reunir e receber os amigos e a família durante as férias. Esse espaço é completo, com área gourmet, spa e refúgios de contemplação com poltronas espalhadas em vários pontos do jardim tropical