Como Estão Hoje As Paquitas e o Que Fazem?

Xuxa Meneghel surgiu na televisão com o “Clube da Criança”, exibido na extinta TV Manchete, mas tinha dificuldades de cuidar de tantas crianças ao mesmo tempo. Por esse motivo, a diretora Marlene Mattos escolheu um grupo de assistentes de palco. As Paquitas eram responsáveis por auxiliar a apresentadora.

No total foram 29 meninas que passaram pelos programas “Xou da Xuxa”, “Xuxa Park” e “Planeta Xuxa”. Com o fim das atrações, cada uma seguiu um caminho diferente. Confira a seguir por onde elas andam e como estão atualmente! Algumas resolveram seguir na televisão, mas outras optaram pelo anonimato.

Andréa Veiga

andrea-veiga-paquita-82170-65829.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Conhecida como Paquita 1 ou Paquita-mor, Andréa Veiga foi a primeira assistente de palco de Xuxa no “Clube da Criança” da extinta TV Manchete. O apelido surgiu porque o papagaio marionete do programa era chamado de “Paquito”. Andréa era a “namoradinha” do personagem.

Ela foi escolhida para a função, pois a diretora Marlene Mattos ficou impressionada com a semelhança dela com a Xuxa. A sintonia entre Andréa e Xuxa era tão grande que as duas chegaram a morar juntas durante um ano. Veja a seguir o que ela fez depois.

Heloísa Morgado

heloisa-42819-61707.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Ainda quando o programa da Xuxa era exibido na Manchete, houve a necessidade da contratação de uma segunda assistente. A escolhida foi Heloísa Morgado, que ganhou o apelido de “Paquita 2”. Mas ela ficou pouco tempo ao lado de Xuxa. Após a transferência da apresentadora para a TV Globo, Heloísa foi substituída por Andréia Faria.

Segundo ela, a saída foi uma escolha sua. “Eu cheguei a ir uma ou duas vezes à Globo, mas comecei a me afastar do perfil de paquita, ingressei na carreira de modelo, participava de concursos e até a Xuxa me dava apoio e conselhos. Acabei me distanciando do perfil”, disse. Hoje trabalha como empresária de mídias sociais.

Ana Paula Guimarães

Ana-Paula-Guimarães-17272-87554.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Conhecida como Catuxa, Ana Paula Guimarães fez parte da 1ª geração das Paquitas, no “Xou da Xuxa”, na Globo, e foi escolhida em um concurso realizado no palco do programa em 1987. Ela disputou a vaga com Luciana Vendramini e acabou vencendo.

Depois de deixar a atração em 1989, Ana Paula tentou a carreira de atriz, mas conquistou o sucesso como diretora, tendo capitaneado o remake de “Guerra dos Sexos”. Pupila de Jorge Fernando, também trabalhou atrás das câmeras em novelas como “Ti-Ti-Ti”, “Caras e Bocas” e na minissérie “Dercy de Verdade”.

Andréia Faria

sorvetao-35937-71794.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Andréia Sorvetão também fez parte da 1ª geração das Paquitas no “Xou da Xuxa”. Em 1990, deixou o grupo depois de um desentendimento com Marlene Mattos e resolveu seguir carreira solo. Depois de sair do programa, ela chegou a fazer parte do elenco do programa “Os Trapalhões”, na Rede Globo, trabalhou como atriz em espetáculos teatrais para o público infantil, e teve um programa na Rede TV em meados dos anos 90, o “Galera na TV”.

Mas ela acabou mudando de rumo profissional.

Andréia Sorvetão participou de reality show

Andréia-
Divulgação/Record
Divulgação/Record

Já afastada da TV, Andréia Sorvetão gravou um CD de música gospel e se tornou empresária. Junto com o marido e cantor Conrado, do antigo grupo Dominó, com quem é casada há mais de 25 anos, Andréia gerencia uma rede de casas de festa desde 2008.

Os dois, inclusive, participaram da primeira temporada reality show Power Couple, que estreou em 2016. Antes, Sorvetão já havia integrado o elenco do programa “A Fazenda“, em 2014, também da Record.

Louise Wischermann

paq_red

Apelidada de Pituxa Alemã, Louise Wischermann fez parte da 1ª geração das Paquitas, no “Xou da Xuxa”, e ficou no grupo de 1987 a 1989. Já fora do grupo, ela foi para a Alemanha estudar interpretação e teve a oportunidade de atuar na novela “Filhos do Sol” (1991), da Manchete, na minissérie “Aquarela do Brasil” (2000), da Globo, e no filme “Redentor” (1994).

Depois disso, ela morou no Canadá por 11 anos, onde trabalhou como empresária. De volta ao Brasil, foi apresentadora do “Superação”, da TV Mundi, em 2011. Nos últimos anos, ela foi diagnosticada com esclerose múltipla, doença degenerativa que afeta a coordenação motora. Porém, a doença está estagnada.

Ana Paula Almeida

ana-paula-almeida-45516-11673.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Apelidada de Pituxita, Ana Paula Almeida entrou em 1988 e fez parte da 2ª geração das Paquitas. Ela era uma das mais populares assistentes de palco e participou do filme “Sonho de Verão” (1990), além de ter feito viagens internacionais ao lado de Xuxa.

Depois de deixar o grupo, ela chegou a fazer alguns shows junto com outras ex-paquitas, mas desistiu da carreira quando engravidou do primeiro filho. Também gravou um CD de músicas gospel e, atualmente, trabalha como modelo plus size.

A polêmica envolvendo Ana Paula Almeida

anapaulaalmeida01
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Ana Paula Almeida ganhou as mídias nos últimos meses por conta de uma grande polêmica. Após denunciar o marido por agressão física, o caso teve uma reviravolta inesperada. Câmeras de segurança gravaram ela se arranhando para acusar o então marido, o empresário José Roberto Barbosa.

O vídeo foi divulgado e ela foi duramente criticada pela ação. “Eu errei, eu me envergonho, na hora do desespero, eu fiz. Peço desculpas ao meu público”, disse em entrevista ao programa “Superpop”.

Bianca Rinaldi

bianca-rinaldi-paquita-13114-20319.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Bianca Rinaldi foi a Xiquita Bibi na 2ª geração das Paquitas. Depois de cinco anos, ela deixou o programa para trabalhar como atriz em “Malhação” (1997). No mesmo ano, foi para o SBT e fez uma participação na primeira versão de “Chiquititas” (1997).

Já em 2001, fez a novela “Pícara Sonhadora” e no ano seguinte “Pequena Travessura”, também no SBT. Mais tarde, ganhou notoriedade como atriz ao interpretar a protagonista do remake “A Escrava Isaura” (2004). A boa atuação rendeu bons frutos…

Bianca Rinaldi ganha destaque como atriz

bianca-rinaldi-
Raquel Cunha/Divulgação Globo
Raquel Cunha/Divulgação Globo

Depois de “A Escrava Isaura”, Bianca Rinaldi foi protagonista em “Prova de Amor”, “Caminhos do Coração”, “Os Mutantes” e “Ribeirão do Tempo” e “José do Egito”. Por tamanho destaque, a atriz chegou a receber o título de “primeira-dama da teledramaturgia da Record” pelos críticos de televisão, sendo considerada a “queridinha” dos diretores do canal.

Porém, em 2014, Bianca Rinaldi voltou à Globo. Naquele ano, ela deu vida à personagem Silvia na trama “Em Família” (2014). Como o contrato da atriz era por obra, ela não deu seguimento em outra novela na emissora ou foi efetivada como contratada fixa. Só em 2018 ela voltou trabalhar em novelas na emissora, quando foi escalada para “Malhação: Vidas Brasileiras”.

Cátia Paganote

Cátia-Paganote-62507-20084.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Conhecida como Miuxa, Cátia fez parte da 2ª geração das Paquitas, no “Xou da Xuxa”. Ao deixar o grupo, ela gravou um CD solo, “Uma Loira no Pagode”, e casou-se com o jogador de futebol Djair, com quem teve uma filha, Valentina, em 2010. Cátia trabalhou com a também ex-paquita Priscilla Couto em shows dos anos 80 com apresentações e músicas da época em que eram Paquitas.

Mais tarde se candidatou à vereadora do Rio de Janeiro (2012), pelo PMDB, e tentou se eleger como deputada estadual (2014), pelo PTB. Ela também tem uma loja de fotografia com a irmã na Praça Seca, Rio de Janeiro.

Juliana Baroni

julianadidone-41253-62023.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A atriz era conhecida como Catuxa Jujuba, na 2ª geração de Paquitas. Na época do programa, ela participou de um disco junto com as outras meninas além de fazer coro nos álbuns da Xuxa. Deixou o grupo em 1995 junto com as suas colegas quando houve a troca de geração de Paquitas no Xuxa Park.

Depois se dedicou à carreira de atriz e ganhou papéis em “Cara e Coroa” (1995), “Salsa e Merengue” (1996), “Malhação” (1998), “Uga Uga” (2000), “O Profeta” (2006) e “A Lua Me Disse” (2005), todas na Globo.

Juliana Baroni troca de emissora

baroni_2
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Já na Band, Juliana Baroni protagonizou a novela musical “Dance Dance Dance” (2007). E mais uma vez trocou de emissora. Em 2009, a atriz assinou com Rede Record, para integrar o elenco da novela “Ribeirão do Tempo”, juntamente com sua amiga e colega de trabalho da época de paquita, Bianca Rinaldi, interpretando a vilã Karina.

Após cinco anos de contrato, ela deixou a emissora, mas não ficou muito tempo fora do ar. Em 2015, ela foi escalada como a protagonista adulta da versão brasileira de “Cúmplices de um Resgate” que foi ao ar no SBT.

Letícia Spiller

leticia-spiller-45980-12846.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Letícia Spiller ganhou o apelido de Pituxa Pastel e fez parte da 2ª geração das Paquitas, no “Xou da Xuxa”. Foi uma das mais importantes assistentes de palco da Rainha dos Baixinhos.

Ao sair do programa em 1992, começou a se dedicar à carreira de atriz e até hoje é conhecida por papeis marcantes como Babalu e Maria Regina, personagens de “Quatro por Quatro” (1994) e “Suave Veneno” (1999), respectivamente. Mas ela seguiu brilhando…

Atriz de sucesso

Letícia Spiller
Divulgação/Globo
Divulgação/Globo

Ao longo da carreira, Letícia Spiller já fez mais de 20 filmes e diversas novelas. Seu último trabalho na televisão foi na novela “O Sétimo Guardião”, da Rede Globo.

Em relação à vida pessoal da atriz, ela teve um relacionamento com Marcello Novaes de 1995 até 2000. Juntos, eles têm um filho, o também ator Pedro Spiller Novaes, nascido em 17 de outubro de 1996. Letícia também tem uma menina, Stell, fruto do seu antigo casamento com o diretor Lucas Loureiro.

Priscilla Couto

2-81353-28899.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

A Catuxita Top Model também fazia parte da 2ª geração de Paquitas. Enquanto foi assistente de palco da Xuxa, ela gravou discos, fez filmes e shows. Deixou a equipe da Xuxa em 1995 quando houve a troca de geração: “Entrei aos nove anos banguela, sem os dentes da lateral e saí uma mulher aos 18 anos”.

Depois que saiu do programa, Priscilla resolveu estudar Moda em Madri. De volta ao Brasil, ela fez shows em festas ao lado de Cátia Paganote. Porém, abandonou a carreira artística para estudar Direito.

Tatiana Maranhão

maranhao-54789-44220.jpg
Foto: Reprodução/Divulgação
Foto: Reprodução/Divulgação

Tatiana Maranhão foi escolhida como a “Paquitita Loura”, em 1987, na época da 2ª geração das Paquitas do “Xou da Xuxa”. Ela era a única menina do grupo de cabelos escuros e, com o passar do tempo, foi clareando até mudar completamente o visual.

Deixou o grupo quando Xuxa trocou a geração de Paquitas e mais tarde tornou-se assessora de imprensa da apresentadora: “Decidi que não havia nascido para ser artista aos 14 anos, na fase de maior sucesso das Paquitas. Quando a Sasha nasceu, a Xuxa pagou minha faculdade de jornalismo e há dez anos trabalho com ela”.

Bárbara Borges

barbara-borges-paquita-38066-39076.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Bárbara Borges era a Babu na fase “new generation” das Paquitas, no “Xuxa Park”, na Globo. Deixou a formação em abril de 1999 para seguir na carreira de atriz. Sua estreia foi na novela “Porto dos Milagres” (2001) e depois também integrou os elencos de “Senhora do Destino” (2004), “Pé na Jaca” (2007) e “Duas Caras” (2007). Em 2009, estreou na Record no papel de Elvira na novela “Bela, a Feia” e depois atuou em “Balacobaco (2012)”.

Bárbara Borges no ar

barbara-borges-como-livona-em-jesus
Divulgação/Record
Divulgação/Record

Em 2015, Bárbara Borges voltou a trabalhar ao lado de Xuxa como repórter online do novo talk show “Xuxa Meneghel”, na Record. Mas as duas logo voltaram a se separar. O motivo? A antiga paquita foi escalada para uma nova novela.

Em 2017, a atriz integrou o elenco da novela medieval “Belaventura” interpretando a divertida e fogosa plebeia Polentina. Em 2018 iniciou o trabalho na novela “Jesus”. Foi sua última aparição nas telinhas.

O desabafo de Bárbara Borges

barbaraborgesoficia
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Mas Bárbara Borges seguiu em evidência. Recentemente, a atriz chamou atenção por tratar de um assunto delicado nas redes sociais. A artista recorreu ao Instagram para desabafar sobre as dificuldades com álcool que teve no passado.

“A relação que tinha com o álcool, que foi evoluindo para exageros, não ‘dá mais match’, não é mais compatível com a Bárbara de agora. Foi difícil enxergar isso? Fooooooi! Uma luta! Uma luta real, comigo mesma! (…). Estou em paz e por isso não tenho receio de compartilhar isso, pelo contrário, me sinto encorajada a falar sobre esse assunto porque me faz bem pensar que pode ser útil para alguém”, desabafou.

Gisele Delaia

Gisele-Delaia-25596-23695.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Miss Queimados é mais uma do time “New Generation”. Quando entrou no programa, ela já era modelo publicitária .

Permaneceu como assistente da Xuxa entre 1995 e 2000, e depois se dedicou à carreira de atriz e modelo. Ela chegou a trabalhar em uma das temporadas de “Malhação”, mas hoje tem um site no qual dá receitas e dicas culinárias.

Graziela Schmitt

graziela-63263-76274.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Ficou conhecida como Grazi Modelão na fase “New Generation”. Participou do programa entre 1995 e 1999 e saiu para seguir a carreira de modelo e atriz. Após uma temporada no Japão, retornou ao Brasil e conseguiu vaga no seriado “Sandy e Júnior” (2002).

Em seguida, ela engatou uma série de trabalhos televisivos. Fez “Malhação” (2004), “Pé na Jaca” (2007) e “A Favorita” (2008), todos na Globo. Entretanto, seu papel de maior destaque veio no SBT, em 2011, quando assumiu a protagonista da novela “Amor & Revolução”. Atualmente faz parte do elenco da minissérie “Lia”, da Record.

Daiane Amêndola

daiane1-43583-99842.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A loira entrou para o time de Paquitas em 1999 e era conhecida como Docinho. Ela permaneceu como assistente de palco até 2002, quando o programa acabou.

Depois, entrou para o ballet do “Domingão do Faustão”. Dançou com Stênio Garcia e Felipe Dylon no “Dança dos Famosos” e trocou a Globo pela SBT em 2012, quando se tornou assistente de palco do “Programa Silvio Santos”.

Lana Rhodes

Lana-Rhodes-83266-85852.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Cabritinha fez parte da 4ª e última fase das Paquitas, a “Geração 2000”, no “Planeta Xuxa”, de 1999 até 2002: “Fiquei três anos e meio na atração. Foi a minha faculdade artística e eu só tenho gratidão por essa experiência. Aprendi a dar valor a essa profissão”.

Antes, ela já tinha atuado na novela “Fascinação” (1998) e prosseguiu a carreira de atriz quando deixou o grupo.

Lana Rhodes escolhe ser atriz

lana-rhodes
Reprodução/instagram
Reprodução/instagram

Antes de voltar às novelas, Lana Rhodes participou de um reality show de música. E fez sucesso! Em 2006, foi uma das 30 finalistas do programa “Ídolos”, do SBT. Mas parece que sua grande paixão é mesmo atuar.

Em 2007, ela fez a novela “Alta Estação”, na Record, e não parou mais. Na mesma emissora, atuou em novelas como “Caminhos do Coração”, “A História de Ester”, “Rebelde” e “Plano Alto”. Em 2016, ela retornou à Rede Globo, quando foi escalada para “Rock Story”. Mais recentemente, a atriz fez parte do elenco de minissérie “Se Eu Fechar os Olhos Agora”.

Monique Alfradique

monique-alfradique-61326-25429.jpg
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A atriz Monique Alfradique era conhecida como Pastelzinho na 4ª e última fase das Paquitas, a “Geração 2000”, no “Planeta Xuxa”. Assim como Letícia Spiller, ela saiu da emissora e logo ganhou bons papeis como atriz.

Depois de fazer algumas participações em “Malhação” e “Agora É que São Elas”, Monique conseguiu seu primeiro papel de protagonista na novela “A Lua Me Disse”. E não parou mais! Hoje acumula diversas novelas e filmes no seu currículo. Sua última novela foi “Deus Salve o Rei” (2018).

Thalita Ribeiro

thalitaribeiro_rep_01-39369-68437.jpg
Foto: Divulgação/Reprodução
Foto: Divulgação/Reprodução

Conhecida como Varetinha, Thalita Ribeiro também fez parte da 4ª e última fase das Paquitas. Ao deixar a atração em 2002, participou de novelas como “Malhação”, “América”, “Luz do Sol”, “Caras e Bocas” e “Araguaia”.

Também já foi apresentadora do programa infantil TV Globinho. Formada em jornalismo, hoje ela é repórter da RedeTV e está casada com o ator e diretor Patrick de Oliveira.

Diane Dantas

Diane Dantas
Reprodução
Reprodução

Diane Dantas era apelidada de Lady di, entrou em 1995, e ficou três anos trabalhando como paquita. Sua saída do grupo Nova Geração aconteceu em 1998 de forma bastante misteriosa.

Ela foi a única paquita que não ganhou despedida oficial no programa comandado por Xuxa. Algum tempo depois, ela revelou que saiu do programa, pois havia passado no vestibular e queria investir em seu futuro. Hoje Diane trabalha como advogada tributária.

Priscilla Couto

Priscilla Couto
Reprodução Globo/Instagram
Reprodução Globo/Instagram

Priscilla Couto entrou para o time das paquitas com apenas nove anos e ficou conhecida como a Catuxita Top Model. Ela era integrante da segunda geração de paquitas e só deixou o “Xou da Xuxa” em 1995, aos 18 anos.

Já fora da televisão, Priscilla tentou a carreira de cantora e se apresentou em eventos, casamentos e shows ao lado da amiga e também ex-paquita, Cátia Paganote. Atualmente trabalha como advogada.

Andrezza Cruz

andrezzacruz
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Chamada de Dezza ou Bocão, ela fez parte do grupo em 1995 até os anos 2000. Após deixar de ser assistente de Xuxa, Andrezza Cruz foi uma das paquitas que seguiu na televisão.

Até hoje ela segue trabalhando na TV Globo, mas como assistente de direção de programas da emissora. Ela também é dona de uma academia de dança em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

Caren Lima

Caren Lima
Divulgação/Reprodução
Divulgação/Reprodução

Carinhosamente chamada de Chaverinho, Caren Lima fez parte do time paquitas da nova geração, de 1995 a 2000, e era queridinhas da apresentadora. Por conta disso, voltou a trabalhar com Xuxa posteriormente.

Até o começo do ano de 2014, ela era assistente de palco da Xuxa no programa “TV Xuxa”. Depois, resolveu não permanecer mais na mira dos holofotes. Distante da televisão, ela também abandonou as redes sociais em meados de 2018.

Vanessa Amaral

vanessamaral
Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Vanessa Amaral fez parte do grupo New Generation, “Xuxa Park”. Ela entrou para o time de paquitas faltando apenas três dias para o início das gravações. Isso aconteceu porque Marlene Mattos, diretora do programa, chamou Vanessa depois de já ter encerrado a seletiva oficial.

Ela havia escolhido inicialmente apenas seis garotas, tendo Vanessa ficado de fora, mas achou por bem incluir mais uma. O motivo? Não gostava de número par. A Flashdance, como era apelidada pela Xuxa, entrou no grupo no ano de 1995 e permaneceu até 2000. Depois, formou-se em jornalismo e hoje exerce a função.

Flávia Fernandes

1
Reprodução/Facebook
Reprodução/Facebook

Flávia Fernandes, ou Paquitita Pluft, fez parte da 2ª geração de paquitas, no “Xou da Xuxa”, na Globo, e ganhou esse apelido por ser bem branquinha, como o fantasminha.

Ela substituiu Tatiana Maranhão no elenco em 1990 depois de fazer vários testes. Ao deixar o grupo em 1995, ela investiu na carreira de modelo e apresentadora, chegando a comandar um programa no SBT. Mas depois de quase 10 anos intensos de televisão, ela resolveu estudar Direito, prestou concurso público e decidiu sair dos holofotes.

Roberta Cipriani

roberta-cipriani-03072018081304525
Reprodução Globo/Instagram
Reprodução Globo/Instagram

Roberta Cipriani também fez parte da 2ª geração de paquitas do “Xou da Xuxa”, durante as décadas de 1980 e 1990.

Ganhou o apelido de Xiquitita Surfista por falar muitas gírias e gostar de praia e sol. Depois de deixar o posto de paquita, ela trabalhou como atriz, repórter e também chegou a fazer shows com Priscilla Couto e Cátia Paganote em festas que homenageiam os anos 1980.

Gabriella Ferreira

9sww89vtly_6nwdbfovxf_file
Reprodução
Reprodução

Conhecida como Paquita Perua, Gabriella Ferreira fez parte da 4ª e última fase das paquitas, a “Geração 2000”, no “Planeta Xuxa”, na Globo. Segundo ela, esse apelido nasceu por conta do seu gosto por estampas de oncinha.

Gabriella saiu do grupo em 2002, junto com o fim do programa. Porém, depois, ela seguiu trabalhando com a apresentadora como assistente de palco e posteriormente coordenadora de produção dos programas de Xuxa.

Joana Mineiro

Joana Mineiro
Reprodução
Reprodução

Joana Mineiro também fez parte da 4ª e última fase das paquitas, a “Geração 2000”, no “Planeta Xuxa”. Jô entrou em 1999 e fez parte da atração até o ano de 2002.

Com o fim do programa, ela tentou a carreira de atriz, chegando a atuar em algumas peças teatrais. Depois, decidiu se dedicar ao Jornalismo e hoje trabalha como assessora de imprensa da prefeitura de Nova Iguaçu, na baixada fluminense.

Letícia Barros

leticiabarros
Reprodução/Instagram
Reprodução/Instagram

Você lembra dela? É bem provável que sim! Conhecida como Lexinha ou Lelé, Letícia Barros entrou em 1999 para o grupo da 4ª e última fase de paquitas, a “Geração 2000”, e ficou até o ano de 2001. Embora tenha ficado pouco tempo, ela é lembrada até hoje.

Formada em psicologia, Letícia trabalha atualmente como analista de RH em uma multinacional francesa no Rio de Janeiro. Ela é mais uma que preferiu o anonimato.

Stephanie Gulin

Stephanie Gulin
Reprodução/Youtube
Reprodução/Youtube

Stephanie Gulin, a Tété, nasceu em Curitiba, e saiu de lá, com destino o Rio de Janeiro, para ser paquita da Xuxa. Ela entrou no ano de 1999, permanecendo no grupo até 2002.

Atualmente ela é conhecida como Stephanie Lourenço e trabalha como atriz e jornalista em São Paulo. Nesta última profissão escreve sobre proteção animal e vegetarianismo e trabalha em uma agência de notícias. Como atriz, já atuou em comerciais e fez algumas peças de teatro.