Tigres, Mansões e Cerimônias: A Vida do Jogador Mais Rico do Planeta

Quando pensamos no jogador mais rico do planeta, imediatamente vêm à cabeçaatletas como Lionel Messi, Cristiano Ronaldo, Neymar, entre outras estrelas do futebol mundial. Mas, surpreendentemente, nenhum deles é o mais rico.

Descubra quem é este jogador de futebol que, apesar de jogar em uma das ligas mais importantes da Europa, se dedica ao futebol por puro prazer e não por necessidade, já que o dinheiro nunca foi um problema em sua vida.

Quem é ele?

Com uma fortuna estimada em mais de 20 bilhões de dólares, Faiq Jefri Bolkiah é o jovem de 21 anos que tem mais dinheiro em sua conta bancária do que os três jogadores da elite do futebol mundial mais bem pagos e famosos da atualidade: Lionel Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar Júnior. Dentro de campo, ele certamente não joga tão bem como eles. Porém, na competição econômica, Faiq Jefri ganha disparado…

Ele joga na Premier League

Faiq Jefri Bolkiah é atualmente jogador do time sub-23 do Leicester, da Inglaterra. Ele passou também pelo Stoke City e pelas categorias de base de grandes clubes como Chelsea e Arsenal.

Nascido em Los Angeles, nos Estados Unidos, ele decidiu jogar pela seleção de Brunei. Até agora, foram seis jogos e um gol marcado pela seleção que escolheu defender. Mas não é o seu futebol que mais chama atenção. Sua fortuna é o que mais impressiona.

Tem um tigre de estimação

Com tanto dinheiro na sua conta bancária, Faiq Jefri Bolkiahnão economiza nem na hora de escolher seus bichinhos de estimação. E não é qualquer animal! Em casa, Bolkiah cria tigres e leopardos, com quem posta vídeos brincando e até jogando futebol. Corajoso, não?

Como citamos antes, ele está dando seus primeiros passos como jogador profissional. Faiq ainda não conquistou seu espaço no time principal do Leicester e nem recebe um salário tão alto quanto Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar. Então como ele tem tanto dinheiro?

A fortuna familiar

Sua fortuna vem de família. O atleta é sobrinho de Hassanal Bolkiah, sultão e primeiro-ministro de Brunei, um pequeno país asiático com só 400 mil habitantes, mas que possui uma inesgotável reserva de petróleo e gás natural.

Bolkiah é herdeiro de uma fortuna estimada em 20 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes. O valor convertido para a moeda brasileira equivale a mais de R$ 70 bilhões. Ele não precisaria trabalhar, mas optou por seguir a carreira de jogador de futebol mesmo assim.

Seus primeiros passos no futebol

O Southampton olhou para o sobrinho do poderoso sultão em 2009, quando ele tinha apenas 11 anos. Logo ele passou a fazer parte das categorias de base do clube inglês. Em 2013, foi o Arsenal que possibilitou que ele fizesse um teste para entrar na instituição. No mesmo ano, após ser aprovado no teste, ele disputou a Lion Cup com a camisa dos Gunners e marcou um gol na vitória por 2 a 1 sobre a equipe de Cingapura.

Para que serve tanto dinheiro?

Muitos que lerem essa pergunta podem responder com o primeiro capricho que vem à mente, mas no caso de Bolkiah, tanto dinheiro possibilitou que ele fizesse a única coisa que queria na vida: jogar bola. O interessante é que ele nunca teve a mesma motivação de tantos outros jogadores, que enxergam no futebol a única forma de tirar a família de uma situação econômica precária. Por isso, sua história é tão interessante.

Ele chegou ao Chelsea

Depois de inúmeros testes em vários elencos da Premier League, os Blues ofereceram-lhe um contrato válido por dois anos, que ele assinou sem qualquer pedido especial. Mas ele durou apenas uma temporada no Chelsea, assim como aconteceu no Arsenal anteriormente. Em 2016, ele foi para o Leicester City, onde está até hoje. Aos 21 anos, ele faz parte do elenco sub-23 e ainda busca espaço no time principal do clube.

Quanto você seria capaz de gastar em um mês? Qua tal 35 milhões de dólares?

Um mês de loucura

Apesar de fazer parte de uma família de bilionários, Faiq Jefri Bolkiah é bastante humilde. Pessoas próximas ao atleta dizem que ele está longe de ser um garoto arrogante ou algo do tipo por conta da sua fortuna. Mesmo assim, ele já fez algumas extravagâncias.

Segundo o jornal inglês Mirror, o jovem gastou em apenas um mês 35 milhões de dólares em carros de luxo, relógios e joias em ouro branco. Uau!

Sua seleção

Apesar de sua pouca idade, Faiq Bolkiah já faz parte da equipe principal da humilde nação de Brunei há alguns anos. Ele já atuou em seis jogos oficiais com sua seleção e chegou a marcar um gol.

Quando era adolescente e ainda vivia nos Estados Unidos, Bolkiah chegou a ser procurado pelos profissionais das categorias de base da seleção norte-americana. Entretanto, ele optou por representar o Brunei.

Uma vida de luxo

Faiq Bolkiah tem uma vida de luxo desde que nasceu. A mansão do sultão de Brunei é maior que o Vaticano e é também um dos maiores palácios do planeta. A “humilde” residência da sua família está avaliada em cerca de 350 milhões de dólares, mais de R$ 1 bilhão. Recheada de luxos, a mansão tem 200 mil metros quadrados que abrigam 1.888 quartos, 290 banheiros, entre outros cômodos. Nada mal, né?

Daqui a pouco vamos mostrar a sua incrível coleção de carro.

O futebol é a sua vida

Em uma entrevista, o jovem atleta destacou a importância de seu trabalho em sua vida: “Eu tenho jogado futebol desde que me lembro e desde que eu era muito jovem eu sempre gostei de sair para o campo e ter a bola aos meus pés”. Ele acrescentou: “Meus pais sempre me apoiaram para realizar meu sonho de ser um jogador de futebol”. Mesmo com tanto dinheiro, ele sempre quis construir uma carreira de sucesso dentro de campo.

Amante dos carros

Além de morar em um palácio gigante, a família de Faiq Bolkiah tem uma coleção de carros que custa uma verdadeira fortuna. Eles também são donos de 600 Rolls-Royce, 574 Mercedes-Benz, 452 Ferraris, 382 Bentleys, 209 BMW, 179 Jaguar, 134 Koenigseggs, 21 Lamborghinis, 11 Aston Martins, 8 McLaren F1, 6 Dauer 962 LM e um CSS. No total, estima-se que eles tenham 5 bilhões de dólares em carros. É muito dinheiro!

Sua postura nas redes sociais

Como qualquer outro adolescente, Faiq gosta de usar as redes sociais e dividir detalhes de sua vida pessoal com seus seguidores. Porém, diferente da maioria dos jovens, sua vida não é nada comum.

No Instagram, ele exibe as atividades luxuosas que fazem parte da sua vida, como acariciar tigres, fazer um banquete na mansão da sua família e até dar um mergulho na piscina interna de sua casa. Um luxo só!

O poder do dinheiro

Uma das extravagâncias de sua família foi capa de diversos jornais e revistas. O pai de Faiq, Jefri Bolkiah, gastou cerca de 14 milhões de euros para contratar o astro Michael Jackson quando completou 50 anos de idade no ano de 1996. Isso mesmo! O eterno “Rei do Pop” fez uma apresentação particular para a família de Faiq Bolkiah, que na época tinha apenas dois anos de idade. Que honra!

O sentido da sua vida

Apesar de ter nascido cercado de luxo, Faiq nunca pensou em “apenas” desfrutar do bem bom. Mesmo não precisando, ele resolveu seguir o seu sonho de construir uma carreira de sucesso.

Ele já sabia que o futebol era o que daria sentido à sua vida. E ele foi em busca de seu objetivo ainda criança. Passou em testes para grandes clubes europeus e segue treinando para conquistar seu espaço no futebol mundial.

A diferença para o seu pai

Enquanto seu pai, Jefri Bolkiah, é conhecido por ser o playboy da família real de Brunei, Faiq mantém um perfil mais discreto e se afasta de qualquer polêmica. Seu foco é realmente o futebol e ele sabe que qualquer problema extracampo pode abalar sua carreira profissional.

Por outro lado, seu pai vive uma vida de excessos e já foi acusado de corrupção durante o período em que exerceu os cargos de ministro das Finanças e presidente da Agência de Investimento de Brunei.

Uma incógnita como jogador

Embora Faiq tenha todas as possibilidades de se tornar um grande jogador de futebol, ele é considerado uma incógnita. Ninguém sabe ainda se ele chegará ao time principal de seu clube ou se terá chance em outro grande time da Europa.

Certamente em sua equipe nacional ele pode fazer a diferença, mas a nível profissional ele ainda não jogou qualquer partida com a equipe principal de todos os clubes onde passou.

Os iates do seu pai

Como já citamos, o pai de Faiq não faz a mínima questão de economizar, muito pelo contrário. Jefri Bolkiah gosta mesmo é de gastar sua fortuna.

Seus carros são o que ele mais ama. Mas, além dos milhares de veículos de luxo, Jefri também possui três navios. O primeiro se chama “Tits” – em inglês – enquanto os dois outros navios levam o nome de “Nipple 1” e “Nipple 2”. Ostentação!

Grato a seus pais

Sempre que tem uma oportunidade, Faiq faz questão de agradecer seus pais publicamente pelo total apoio que recebeu quando decidiu ser um atleta profissional: “Fui treinado fisicamente e psicologicamente quando criança, então eu os tenho como meu modelo”. Ele também sabe que sua condição financeira o possibilitou correr atrás do seu sonho, sem se preocupar com mais nada.

Diferente de muitos jogadores, a situação financeira da sua família nunca foi motivo de preocupação.

Excêntrico como poucos

Jefri, pai do jogador Faiq Bolkiah, sempre fez jus ao seu apelido de playboy. Sua vida sempre foi cercada de luxos, alguns bem extravagantes. Certa vez ele confiou ao artista J. Seward Johnson uma estátua sexual explícita dele com sua ex-parceira. O valor do trabalho artístico foi de cerca de 500 mil libras. Ele também já gastou 5 milhões de libras em um tapete embebido em ouro e incrustado com joias. Bem excêntrico!