As Verdades E Mentiras Por Trás Do Fim De Os Trapalhões

Um dos grupos de humor de maior sucesso da televisão brasileira, “Os trapalhões”, continua sendo assunto, mesmo após décadas do seu fim, um dos assuntos mais polêmicos envolvendo o quarteto foi a primeira separação do grupo, em 1983.

Hoje, Dedé e Didi amenizam a briga. Dizem que foram apenas “férias conjugais”, ou que na época quiseram apenas fazer dois filmes diferentes. Nos próximos slides veremos alguns detalhes sobre cada um desses fantásticos comediantes e também sobre a briga que levou ao fim esse quarteto de sucesso. Descubra aqui as verdades e mentiras por trás do fim de os trapalhões.

Didi

Vamos começar falando um pouco dos seus quatro principais membros um a um, e dizemos principais porque a história dos Trapalhões é muito longa e muita gente participou do programa. O personagem mais notório dos trapalhões foi, com certeza, Didi Mocó Sonrisépio Colesterol Novalgino Mufumbbo, Didi acabou ficando mais popular e eternizado que seu intérprete, o cearense Antônio Renato Aragão. Às vezes, Didi usava Sonrisal no lugar de Sonrisépio e, ao mencionar seu nome completo, alertava sempre que o nome Mufumbbo se escrevia com dois “bês” e o nome Mocó, com dois acentos no “o”.